Livros para pirar e relaxar

Como todo mundo, fui apresentada ao mundo dos livros interativos cool com o “Destrua este diário” através daquelas fotos lindas e hipsters postadas no Instagram. Sempre fui aloka da papelaria e, depois de velha, nunca tive muitos motivos pra usar meus ~~materiais escolares, então comprei logo na primeira livraria que vi pela frente.

Inspirados no livro da ilustradora Keri Smith, outros foram surgindo com o mesmo propósito. Eu fui achando essa coisa de arte terapia legal, quando vi já estava com outro, querendo comprar mais um e opa…não é que virou febre? Não só pra mim, mas tenho visto muita gente se rendendo a eles por aí. Por isso, resolvi separar os 5 mais legais para você colorir, (ins)pirar e esquecer de todas as preocupaçõezinhas do dia a dia.

Destrua esse diário

livros_destruaÓbvio que ele precisava abrir a lista. No início rola uma afliçãozinha de sair rabiscando, rasgando ou cuspindo (!!) num livro, mas depois você relaxa e se entrega ao que cada página pede. A folha dele é grossinha, então dá até pra se aventurar em tintas e aquarelas. Minha única contribuição pra tag foi essa foto logo que comprei e a única ~~arte minha da montagem é a mão porque sou talentosa assim mesmo #sqn. P.s.: meio nojinho desses chicletes todos, maaas

Jardim Secreto

livros_jardimEsse eu descobri pesquisando uma pauta lá na agência e simplesmente me apaixonei. O QUE SÃO ESSES FLORAIS, senhor? Muito amor envolvido e muito trabalho pra pintar essas páginas cheias de detalhes, acho que vai durar pro ano todo haha Ganhei no amigo oculto do estágio #thanksAlexia, mas já vende em um monte de papelarias por aí e, sério, é apenas lindo.

1 página de cada vez

livros_1 paginaBem parecido com o Destrua, esse livro foi feito por um designer gráfico chamado Adam J. Kurtz  (recomendo um Google Images :P) e a intenção é fazer uma página por dia, durante um ano. Aqui as tarefas são bem mais simples e o autor te estimula a desenhar até mesmo as coisas mais básicas. Conheci com o Igor – meu namorado – numa Saraiva da vida e ele até resolveu comprar para a mãe no Natal

Listografia

livros_listografiaEssa é para os viciados em listinhas, mas as do livros não são qualquer uma. Quais foram os melhores presentes que você já recebeu? Os lugares mais estranhos onde já fez sexo? As coisas que mais irritam você? Sim, suas listas serão bem bibliográficas e provavelmente despertarão uma nostalgia absurda. Para relembrar aqueles momentos realmente marcantes.

Gaveta de bolso

livros_gavetaO brasileiro da lista porque, sim, também fazemos coisas incríveis. A jornalista Juliana Cunha (lembram do finado blog “Já Matei por Menos”?) e a ilustradora Luda Lima fizeram uma coletânea de suas ideias da gaveta, como uma lista de ex namorados não-oficiais e alguns bons insigths sobre redes sociais para interagirmos, completarmos e contarmos um pouco mais sobre as nossas ideias guardadas. Tudo isso ilustrado com desenhos aquarelados de tirar o fôlego e recheado de textos engraçados e otimistas. Para deixar na gaveta, na bolsa, na cabeceira…

E você? Conhece algum imperdível pra aumentar essa lista? Deixa aqui nos comentários :)

Beijos, beijos.

Anúncios

[Desejo do dia] Mais John ♥

Sabe quando você para e acaba relembrando alguma coisa maravilhosa que já te aconteceu na vida!? Hoje eu estava escutando minhas músicas preferidas e me vi de novo no Rock in Rio de 2013, mais precisamente no dia 21/09, onde assisti o show que esperava desde os meus 12 anos, bem na virada do meu 20° aniversário. Não adianta, o cara é minha maior paixão na música há muito tempo. Chorei, sorri e posso dizer que realizei um dos meus sonhos dessa vida (olha que não sou do tipo fã enlouquecida). John Mayer, volta pro Rio! Quero te ouvir fazendo cover da Bey ao vivo ♥

Foi tipo impossível, mas separei meu top 5 desse lindo baseado no que tenho escutado ultimamente e no que me emocionou naquele dia! Não está em ordem de nada porque, como já comentei, não consigo hehe

Gravity – Essa conquistou até meu namorado que achava ele ‘sem gracinha’ e, depois desse show, escuta quase todo dia (explano mesmo!). Morri com todos os solos, de verdade. Tive uma sensação incrível que o show seria eterno #quemdera

XO – Não sou de gostar de covers e geralmente torço o nariz, mas esse ficou ZILHÕES de vezes melhor que a versão da Beyoncé (desculpa aí, gente!). Tá no looping infinito por aqui, muito sério. Amando loucamente!

Slow dancing in a burning room – ATENÇÃO! Em caso de deprê amorosa, muito cuidado! Essa música é liiiiinda e, mesmo estando no meu melhor estado, me faz chorar de vez em quando.

Paper doll – Porque sim e porque somos todas 22 garotas em uma só e, de vez em quando, não sabemos muito bem do que estamos correndo ;)

Your body is a wonderland – Meu primeiro contato com John Mayer foi essa música, não sei muito bem onde ouvi, mas ficou gravada na cabeça e logo tratei de descobrir de quem era. Já se passaram uns 8/9 anos desse dia e eu continuo escutando sem cansar ♥

Por isso meu desejo do dia, do ano é um outro show desses. E desculpa se viajei na batatinha por aqui, mas precisei compartilhar :’)

Beijos, beijos