Moroccanoil, o verdadeiro.

— Atenção, esse post é um oferecimento da minha amiga Mayara (sua LINDA)!

Depois que eu falei por aqui sobre o creme a base de óleo de argan da Novex, ganhei uma amostra do Tratamento Cosmético Moroccanoil (sim, sim, o pioneiro) e resolvi contar pra vocês minha experiência com ele.

Foto: Reprodução / Edição: Cléo Santiago

Resumo da história? Conquistou lugar na minha vida e ganhou 5 coraçõezinhos no blog (seja lá o que isso signifique). Agora falando sério, o produto é muito bom e realmente merece o alvoroço em volta dele.

Pesquisei um pouco na internet e usei das 3 maneiras que o pessoal mais recomendou: como finalizador, como leave-in e como boost no creme de massagem. Para finalizar o cabelo não rolou aqueeela emoção não, sinceramente deu o mesmo efeito de um silicone da Avon que eu já tive (muito bom por sinal, acho que vou procurar ele por aí). Já estava achando que era tudo história de blogosfera até eu resolver lavar o cabelo e usar como leave-in. Cai de amores! Meu cabelo ficou extremamente hidratado e brilhante sem ficar pesado, só não notei a melhora no tempo de secagem, como o site deles sugere, mas ok. Hoje finalmente testei colocando um pouquinho no creme de massagem – usei um da Pantene – e amei do mesmo jeito. Não consegui eleger o meu favorito, acho que vou alternar as duas formas quando comprar haha

O único porém do bichinho é o preço aqui no Brasil. Gente, 200 dilmas num óleo é muito pra minha cabeça. Amigas viajadeiras, preparem-se ;)

E não, não retiro meu elogio ao creme da Novex. Mas, como eu já imaginava, não tem comparação. De qualquer forma, continua sendo um bom creme de massagem ;)

UPDATE: esqueci de perguntar! Ontem eu fiz aqui em casa aqueles cookies americanos e ficaram muito bons! Vocês gostariam de outro DIY culinário?

A apresentação não tá maravilhosa, mas o gosto…yummi!

Beijos, meninas, boa semana.

Anúncios

Dica: trança espinha de peixe

Fotos: Reprodução / Edição: Cléo Santiago

Postei agora a pouco essa montagem no meu Facebook porque estou simplesmente apaixonada por cabelos coloridos e algumas meninas vieram me perguntar se eu sabia como fazer a tal trança espinha/escama de peixe. Saber, eu sei, mas só em cabelos alheios. Ela é bem fácil, mas meu cabelo é ralo, fino, picotado, bobo, chato e começa a desfazer no meio do processo, mesmo com todo fixador desse mundo. Como não era por isso que eu deixaria vocês sem resposta, aqui vão três vídeos que ensinam direitinho como fazê-la.

Essa lateral fica bem casual, né? Bom pro dia a dia!

Achei a trança da Julia Petit um pouco mais arrumadona por causa dessa textura que ela fez antes do penteado.

Confesso que, depois do fracasso com a lateral, nunca nem tentei a embutida porque ainda não tive cobaias. Pelo vídeo não me parece muito difícil!

Espero que eu tenha ajudado em alguma coisa! Quem fizer e quiser me mandar, sinta-se a vontade :)

Beijos

Dicas para cabelos ressecados

Há um mês, mais ou menos, enjoei da minha cara – pra variar – e resolvi mudar os cabelos. Minhas pontas já estavam claras, mas eu quis iluminar mais ainda a cabeleira. Dá uma olhada na diferença da cor e sente minha preocupação logo depois que tirei a tinta e vi toda essa loirice em mim:

Image

Cabelo sem tintura / Cabelo descolorido e tonalizado

Como todo mundo sabe, clarear danifica MUITO o cabelo e, por isso, estou tentando manter uma certa rotina de cuidados para mantê-lo saudável. Não acho legal indicar nenhum produto em específico porque cada cabelo é um cabelo (dãr) e você tem que encontrar o que dá certo com o seu, mas acredito que esse pequenos cuidados podem evitar o aspecto ressecado:

  • Faria bem pro seu corpo comer a mesma coisa todo dia? Pois é, cabelo também enjoa, então mantenho 2 ou 3 pares de shampoo+condicionador no banheiro pra revezar nas lavagens;
  • De 15 em 15 dias faço uma ‘massagem rapidex’ caseira com aquele creme que vem em tinturas, que é ótimo (vulgo taco o creme, fico mexendo por uns  10 minutos no máximo e tiro haha);
  • Eu lavo a cabeça dia sim, dia não. Em excesso, a lavagem retira a oleosidade natural dos fios. Por isso, só lave os cabelos diariamente se você se exercitar, usar muitos produtos – pomada modeladora, gel, mousse, etc – ou se eles forem muito oleosos;
  • Tento não usar água muito quente. Eu sei que em dias frios é irresistível, mas ela deixa a cabeleira sem vida;
  • Uso sempre um pente/escova de madeira, já que dizem que os de plástico aumentam a estática dos fios deixando o frizz à mostra. Se é verdade eu não sei, mas definitivamente meu cabelo ficou mais bonito então eu sigo assim;
  • Não consigo ficar com a cabeça molhada, dá aflição mesmo. Por isso, uso sempre um leave-in com proteção térmica pro cabelo não sofrer tanto com o calor do secador;
  • A última não é recente, sempre tentei fazer mesmo antes de pintar: cortar pelo menos de 2 em 2 meses as pontinhas pra evitar pontas duplas ou ressecadas;

Levando em consideração que até eu que sou meio relapsa consigo seguir esses pontinhos e deixar meu cabelo ao menos apresentável, qualquer uma consegue. É só ir testando pra achar produtos que combinem com seu tipo de cabelo, sejam eles caros ou baratos.

Beijos