Como neutralizar as olheiras: o corretivo da cor ideal

Foto: Reprodução

Meninas, eu vi um post da Marina do 2beauty falando sobre os corretivos coloridos da Contém 1g e lá tinha um vídeo que eu PRECISAVA compartilhar aqui no blog. Não sei vocês, mas não tenho paciência pra máscaras e tratamentos faciais, mesmo tendo olheiras bem razoáveis e, por isso, sou corretivo addicted! (Aliás, se vocês se interessarem, posso pesquisar sobre tratamentos naturais e depois contar aqui, vai que eu me encanto?)

Minha olheira tem um tom meio esquisito e é muito difícil achar um produto cor de pele que a disfarce direitinho. O Studio Finish da MAC é meu único corretivo-amor do mundo, mas eu não gosto de ficar presa a ele porque me recuso a comprar aqui ($$) e tenho que esperar alguém viajar pra encomendar.

Exatamente por isso fiquei enlouquecida ao saber do lançamento dos corretivos laranja e salmão da Contém, que devem ser usados antes do que tem a sua cor. Vou testar em breve e venho contar pra vocês o resultado, mas já de cara achei a intenção da marca muito boa! Não aguentava mais acharem que amarelo, verde ou lilás resolveriam o meu problema.

Sem mais blábláblá, se você ficou curiosa pra saber qual corretivo neutraliza suas imperfeições, dá uma olhadinha nesse vídeo que tudo é festa:

Beijos, meninas, bom feriado!

Minha necessaire

Já que há um tempo falei sobre minha rotina de maquiagem aqui no blog, achei legal mostrar o que eu sempre levo na bolsa. Tenho duas necessaires que não saem de perto de mim, mas vou logo avisando que não são super empolgantes, já que eu carrego só o ‘necessário’ – na concepção feminina, é claro – por aí.

Uma dela, a de vaquinha, por ser mais espaçosa, carrega coisas ‘urgentes’ e a outra, uns utensílios de beleza. Ah, as duas são daquelas coleções de maquiagem da Capricho que O Boticário sempre lança e eu quase sempre babo nas bolsinhas haha

Protetor solar, álcool em gel, escova de dentes e todas essas chatices. Só faltou minha cerinha de cutículas da Granado que estava perdida aqui pelo quarto.

A outra é um pouquinho mais divertida, mas bem pouco. Ela já foi super equipada, mas minhas costas agradecem pelo peso que eu tirei da bolsa nesses itens. Como eu quase sempre já saio de casa maquiada, só levo o essencial pra possíveis retoques. Base em pó, blush líquido (pra aplicar com as mãos), espelhinho de bolsa ♥, lixas de unha, grampos de cabelo e o batom do dia. Tudo bem prático!

Acho que deu pra mostrar que não precisamos levar a casa inteira na bolsa, né? Dá pra ser super vaidosa e manter a dignidade sem exageros. Nossas bolsas agradecem :)

Beijos

 

 

 

Guia de pincéis

Logo quando comecei a me interessar por blogs de moda e beleza, lá pelos meus 14 anos, via tutoriais de maquiagens no Youtube, percebia que todas as ‘gurus’ usavam 30 pincéis diferentes e nenhum era uma daquelas esponjinhas que vêm nos estojos dos produtos. Tentava imitar em casa e não chegava nem aos pés delas, lógico que por não ter prática, mas principalmente porque eu não tinha nem um mísero pincel de blush em casa. Parece bobeira, mas não é, os pincéis realmente fazem uma grande diferença!

Resolvi montar meu kit, mas no Brasil era um pouco complicado – hoje já se acha pincéis bem razoáveis na Contém 1g e no Boticário -, ou eram os mais vagabundinhos de camelô ou os da MAC (rárá). Pesquisei bastante sobre quais eram os mais básicos de se ter e onde eu poderia comprar uma boa qualidade por um preço razoável.

Minha coleção atual :)

Acho que vou começar falando dos pincéis em si. Tenho um pouco mais do que o básico, porque comprei quase todos juntos – explico isso daqui a pouco – , mas vou falar sobre a função de cada um deles e sinalizo o que é, na minha opinião, ideal de se ter, ok!? Vamos aos trabalhos:

Meus pincéis estão sujinhos, shame on me!

1 – Pincel de pó (básico): é o grandão que você sempre vê nos kits. É importante que ele seja bem macio, pra não irritar a pele, e o maior possível, pra que o acabamento fique bem natural.

2 – Pincel para blush/bronzer: é um pouco menor do que o de pó. De novo, é importante que ele seja macio e que o tamanho seja médio, isto é, não pode ser tão pequeno que você precise fazer movimentos enormes pra se maquiar, nem tão grande que você acerte mais lugares do que gostaria. Eu uso esse de domo arredondado mais pra aplicar bronzer.

3 – Pincel para blush/bronzer: exatamente a mesma coisa que o número 2, com a diferença de ser angular. Prefiro esse pra passar blush porque acho que o formato ajuda a aplicar o blush de uma forma mais natural.

_____ Escolha um desses dois pra fazer parte do seu kit básico, o que você acha que se adaptaria melhor. Eu escolheria o número 3 _____

4 – Duo Fiber(esse é o 187 da MAC): é feito com uma combinação de fibras sintéticas e naturais, de tamanhos e espessuras diferentes (cuidado pra não cair no conto da carochinha e comprar um que tenha a ponta apenas pintada de branco!). Uso principalmente pra aplicar base, o acabamento fica bem levinho e natural, mas se sua pele é complicadinha, você deve precisar aplicar mais de uma camada pra um resultado legal. É ótimo pra aplicar qualquer produto cremoso ou líquido.

5 – Pincel de base: tem cerdas compridas e firmes, é o mais fácil de achar um legal aqui no Brasil. Espalha o produto bem rápido, mas exige certa atenção no acabamento (as vezes faz ‘linhas’ na pele). Por isso, eu gosto de usar ele e depois dar o acabamento com o duo fiber.

________ Escolha um desses dois pra fazer parte do seu kit básico. Se você pode gastar mais um pouquinho, recomendaria o duo fiber pelo melhor acabamento, mas o de base não te deixa na mão não! ________

6 – Pincel de corretivo: é igual ao pincel de base, mas bem menor. Na realidade,  é ótimo pra qualquer produto cremoso, mas pelo tamanho eu gosto de usar para tapar minhas imperfeições. Na maioria dos dias, aplico corretivo com os dedos (assim como qualquer outro ‘creme’), só uso ele em dias de maquiagem mais elaborada mesmo.

7 – Pincel de contorno: um pincel de blush angular em miniatura. Só tenho porque veio no meu conjunto, já que eu não sou muito chegada em fazer contornos no rosto. De qualquer forma, ele é muito bom pra esse fim, tem a consistência e o tamanho ideal pra aplicar a cor e esfumar bem.

8 – Pincel grande de sombra: tem cerdas pequenas, nem muito firmes ou macias demais. É bom pra aplicar sombras em pó, deposita bem a cor. Dependendo do tamanho, pode ficar grande demais pro seu olho, dificultando a pintura.

9 – Pincel de sombra ‘lápis’: é pequeno, firme e tem a ponta mais fininha, dando sua forma de lápis (dãr). Muito bom pra marcar o côncavo, iluminar o canto interior dos olhos ou abaixo da sobrancelha.

10 – Pincel de esfumar (básico): as cerdas são mais compridas do que o de sombra e bem mais macias, têm movimento, sabe? Considero fundamental porque esfumar o final da cor e a junção entre duas cores é o que, quase sempre, dá o melhor acabamento na sua maquiagem. Você pode até tentar o dedo ou um cotonete, mas o resultado nem se compara.

11 – Pincel para delinear: bem pequeno, angular e com as cerdas firmes. Ótimo pra delinear os olhos com delineador cremoso ou sombras (pra ficar mais forte, é só dar uma umedecida nele). Fiquei na dúvida se é básico ou não, mas como a maioria usa delineador líquido, que já vem com pincel, achei melhor não.

12 – Pincel para sombras cremosas(?): tem as cerdas finas, mas é largo e pequeno. Pela consistência, seria ótimo pra usar produtos cremosos, mas o formato esquisito atrapalha. Só coloquei aqui porque veio com os outros, não gosto dele.

13 – Pincel para sombras cremosas: exatamente igual ao de corretivo, mas um pouquinho menor. Logo assim que meus pincéis chegaram, vi que o n° 12 não me agradava e comprei esse numa farmácia daqui. Custou uns R$10,00 e cumpre bem sua função.

14 – Pincel pequeno de sombra (básico): Igual ao n° 8, mas bem menor. Coloquei esse ao invés do outro no ‘kit de sobrevivência’ exatamente pelo tamanho. Com esse é mais fácil de lidar com a sombra e ainda dá pra fazer uns detalhes, como iluminar o canto externo, marcar côncavo, delinear abaixo da linha d’água, etc.

15 – Escovinha de sobrancelhas: de um lado vem um pentinho e do outro uma escova bem durinha. Ok, é legal ter pra arrumar possíveis pelinhos rebeldes, mas acho que só a escovinha de uma máscara incolor resolve. Todos são iguais ao que você acha no camelô por R$3,00, então…

16 – Pincel ‘leque’: tem cerdas médias, vai abrindo pras pontas. Usado pra tirar sujeiras como aquela sombra preta que cai quando você faz um olhão ou pra aplicar o iluminador. Dispenso totalmente.

17 – Pincel de lábios(básico): no mesmo esquema do de corretivo e sombras cremosas, só que bem mais fininho. Considero indispensável pra quem gosta de batons mais escuros. Não sei vocês, mas tenho problemas pra contornar minha boca decentemente só com a bala do batom.

Ufa! Recapitulando o kit que eu considero básico, porque depois disso tudo a chance de esquecer é grande (claro que isso varia com o seu perfil, mas acho que esses são os mais ‘gerais’):

. Pincel de pó

. Pincel de blush

. Pincel de base

. Pincel de aplicar sombra pequeno

. Pincel de esfumar sombra

. Pincel de lábios

Dito isso tudo, vamos aonde comprar. Os mais firmes são fáceis de achar e podemos comprar um bom em uma farmácia, por exemplo, porque eles não têm muito mistério. Já os mais macios ainda são uma dificuldade de encontrar barato, infelizmente.

Como eu comentei no início do post, o Brasil já fez bons avanços quando se trata da venda de pincéis, mas os preços continuam salgadinhos quando avaliamos a qualidade. É cobrado em média, R$40 em pincéis pra rosto e R$20 nos de olhos na Contém 1g e no Boticário que vendem produtos bons, mas não são nenhuma Brastemp. Acho muito mais válido comprar em sites gringos que entregam no Brasil como a Coastal Scents (o duo fiber deles me gera dúvidas) ou a Sigma. Esse meu conjunto (todos das fotos acima, menos o duo fiber e o de sombra cremosa) é da Coastal Scents, custou U$40+ uns U$10 de frete, não fui taxada, chegou em menos de um mês e os pincéis são ótimos de verdade! Já ouvi falar de pessoas que tiveram problemas com o site, mas comigo foi tudo perfeito, mesmo assim aconselho a dar uma pesquisada na internet por precaução. Na Sigma, os pincéis são um pouco mais caros, mas só escuto maravilhas do site, já experimentei os produtos e são bons demais, então deve valer a pena, né?

Para terminar, ideias de como guardar seus filhos – porque depois disso tudo você não vai querer eles largados por aí, né?

Pra ficar mais fácil no meu dia a dia, comprei areia colorida (daquela que colocam em arranjos de flor), joguei numa latinha bonitinha e espeto todos os meus pincéis ali. Acho legal guardar num armário pra eles não ficarem pegando poeira. Se eu precisar carregá-los pra rua, uso o estojinho que veio com eles, tem uma casinha pra cada um, fica bem arrumadinho e compacto!

Voilà!

É isso, meninas, espero que meu guia possa ajudar vocês com seus pincéis. Depois me contem suas experiências com as ferramentas ;)

Um beijo

Unha do dia: polka dots

Hoje eu estava mais animadinha em questões esmaltísticas e quis experimentar. Pintei as unhas com o Desfecho da Colorama e resolvi fazer poás, mas como eu não gosto de muitos enfeites, as bolinhas foram feitas com cobertura matte, ao invés de outra cor de esmalte.

Desfecho > Colorama e Cobertura Matte Plus > Big Universo – Fotos: Reprodução / Montagem: Cléo Santiago

Pra isso, peguei um grampo, abri as perninhas dele e usei a bolinha da ponta como carimbo.

Bela montagem! haha

Como foi a primeira vez que eu fiz, não ficou muito bom não, ainda tenho que aperfeiçoar a técnica. Mesmo assim, achei uma gracinha.

 

Gostei principalmente porque é bem discreto, de longe nem aparece. Daí chegam perto e ‘opa, que legal!’ haha

Gostaram, meninas?

Beijos

 

Dica: trança espinha de peixe

Fotos: Reprodução / Edição: Cléo Santiago

Postei agora a pouco essa montagem no meu Facebook porque estou simplesmente apaixonada por cabelos coloridos e algumas meninas vieram me perguntar se eu sabia como fazer a tal trança espinha/escama de peixe. Saber, eu sei, mas só em cabelos alheios. Ela é bem fácil, mas meu cabelo é ralo, fino, picotado, bobo, chato e começa a desfazer no meio do processo, mesmo com todo fixador desse mundo. Como não era por isso que eu deixaria vocês sem resposta, aqui vão três vídeos que ensinam direitinho como fazê-la.

Essa lateral fica bem casual, né? Bom pro dia a dia!

Achei a trança da Julia Petit um pouco mais arrumadona por causa dessa textura que ela fez antes do penteado.

Confesso que, depois do fracasso com a lateral, nunca nem tentei a embutida porque ainda não tive cobaias. Pelo vídeo não me parece muito difícil!

Espero que eu tenha ajudado em alguma coisa! Quem fizer e quiser me mandar, sinta-se a vontade :)

Beijos

Rotina de make

Olá, meninas, tudo bem? O post de hoje é uma homenagem àquelas que sempre dizem que não se arrumam, não usam maquiagem porque a vida é corrida e falta tempo no dia a dia. Juro que entendo vocês, meu cotidiano também é bem atarefado – quando estou tendo aula, diga-se de passagem – mas dá sim pra se manter digna em meio à loucura. Como já estou acostumada, me pinto em 5 minutos (no máximo!) mesmo que seja no caminho dos meus compromissos, caso não sobre tempo em casa. Acho que o maior segredo pra isso é prática (quanto mais se faz, mais rápida você fica) e os produtinhos certos (aqueles que ficam ótimos mesmo sem muito acabamento, são fáceis de limpar possíveis borrões, etc). Minha rotina de beauté é mais ou menos essa:

1 – Bloqueador solar facial fps30 – Red Apple: antes de qualquer coisa nessa vida, protetor solar! Foi difíííícil achar um que se adaptasse à minha pele oleosa, que o cheiro não me incomodasse e que não demorasse um século pra secar. Depois de tantas tentativas frustradas, mesmo com La Roche Posay’s e Àvene’s da vida, achei minha cara metade – bem mais barata #yeeeeah. Tem um cheirinho delícia de maçã verde!

2 – Studio Fix – MAC: base em pó com ótima cobertura que é capaz até de me livrar do corretivo em dias de olheiras mais calmas. Aplico com a esponjinha que vem nela mesmo, em menos de 1 minuto estou com pele feita!

3 – Studio Finish – MAC: corretivo cremoso que eu sou viciada! Minhas olheiras tem um tom esquisito e todos os nacionais que experimentei até agora me deixam acinzentada, mas com esse fica tudo bem homogêneo. Na correria, aplico com os dedos mesmo, tomando cuidado porque ele é um pouco pesado.

4 – Blush Peach – Payot: há uns 3 anos não sei mais o que é  bronzeado natural, mas preciso espantar a cara de fantasma de algum jeito, né? Depois que clareei o cabelo,então, a necessidade de me colorir aumentou, tudo parece amarelo demais pro meu gosto. Essa cor é linda e dar um ar natural saudável às minhas bochechas ao invés de ‘estou maquiada’ ou, pior ainda, ‘passei o dia esfregando Doritos na cara’. Passo com um pincelzinho de viagem.

5 – Batom Intense cor 101 – O Boticário: o batom nude perfeito pra mim! Não é cremoso nem matte demais; a cor é a minha boca, só que mais bonita; tem uma duração bem ok; a textura é ótima. Ou seja: batom diário ideal.

6 – Professional kohl eye liner cor marrom – Avon: porque dá muito mais trabalho preencher a sobrancelha com sombra do que com lápis. Esse é ótimo porque tem um esfumador (?) na ponta e o efeito fica quase o mesmo.

7 – Máscara incolor – Avon: os pelinhos da minha sobrancelha cismam em sair do lugar durante o dia, então eu preciso domá-los com uma máscara incolor quando me maqueio.

8,9,10,11 – Máscaras para cílios – Maybelline: não vou apresentar uma a uma, porque vocês já devem estar carecas de saber quem são! Adoro demais e uso uma ou outra (ou duas ou três de uma vez, whatever) de acordo com o meu humor. Só compro as laváveis, duram o dia inteiro e não são aquele inferno pra demaquilar no fim do dia.

Falando em tirar a maquiagem, aqui vai minha sugestão express: quando vou tomar banho de noite, coloco um pouco de Johnson’s baby shampoo nas mãos, faço espuma e esfrego bem o rosto. Sai tudo! As vezes eu caprichei demais na máscara e sobra algum resíduo, então tiro com algum demaquilante para olhos . Não sou muito fã desse da Vult não, mas está sendo o quebra galho daqui de casa enquanto não compro outro. Sempre vejo indicarem lencinhos demaquilantes, mas acho que o poder de limpeza deles não é tão legal, então só uso quando a situação tá braba MESMO (ou seja, depois de festinhas hehe)

Outra coisa legal de lembrar é que adicionando pequenas coisas nesse make básico, dá pra mudarmos completamente o look. Pode ser um delineador, uma sombra colorida ou um blush mais marcado, mas se a intenção é ser realmente prática, nada melhor que a cor do batom para renovar totalmente a maquiagem. Aqui vão algumas sugestões, umas mais calminhas outras nem tanto, pra mudar de cara:

Ignorem a maluquice da numeração! Pensei numa coisa, fiz outra e ficou um samba do crioulo doido que só! #blogueiraamadora

5 – Batom Intense cor 101 – O Boticário

12 – Batom cor 27 – Vult

13 – Batom matte cor Nectarine Juice – Maybelline

14 – Batom Cor intensa cor Rosa Queimado – Avon

6 – Batom Intense cor 253 – O Boticário

7 – Batom matte cor Plum Me – Maybelline

8 – Batom Mega Impact cor Ameixa Impact – Avon

9 – Batom cor 01 – Vult

Concordam que é só deixar a preguiça de lado? hehe

Beijos, beijos

Unha do dia + 3° e 4° dia de workshop

Com a vida corrida, a unha acabou sendo da semana mesmo, né? Só tive tempo de fazer ontem de madrugada! Mas tudo bem, tá valendo a pena :)

O esmalte de hoje é um marrom metalizado da Jubby chamado Hera, que arrematei porque a cor é bem diferente de todos os meus outros vidrinhos. Nunca tinha comprado nada da marca porque era desconhecida, puro preconceito! Ao contrário de muitos metalizados, o pincel não ficou marcando minha unha loucamente, só resta testar a duração agora – se bem que fiquei o dia todo mexendo em tecidos, tachinhas, lixa, etc e não lascou! Captar a cor real em foto foi um pouco complicado, mas cheguei perto:

O tom mais próximo ao real é o da segunda foto ( ele só é um pouco mais escuro)

 

Continuando a saga do workshop, ontem e hoje tivemos aula de mudança de formato e texturas, respectivamente. A burra aqui esqueceu completamente a bolsa com roupas para serem cortadas ontem e acabou trabalhando mais um pouquinho na blusa Galaxy (dá um trabalhinho, viu!?)

A ministranda Maria Ignez (uma fofa) mostrando a técnica / Uma prévia do que está virando a minha blusa!

A tarde, tivemos uma conversa super legal sobre a abertura de uma marca com a Chloe, uma das donas da ‘Que isso, querida!’. Ela dividiu com a gente todos os perrengues do início de uma grife e deixou bem claro que nada foi fácil ou glamouroso como normalmente imaginam.

A aula de superfícies foi a mais divertida de todas! Lembra do short que tava virando um ombré jeans? Hoje começou a ser desgastado (caaaaansa, deixei pra terminar em casa) e ‘tachado’. Ainda vou destruir um pouquinho mais nessa perna rasgada e colocar algumas tachas maiores no bolso de trás que eu soltei. Só pra constar, o short era uma calça jeans reta, escura e sem graça que meu namorado não usava (e nem cabia mais nele hehe). (Vocês querem um DIY desse desgaste de jeans?)

Uma perna não está mais curta do que a outra, não. Esqueci de desdobrar pra tirar a foto #amadora

Depois da oficina de customização, o figurinista Samuel Abrantes nos deu uma palestra sobre poesia têxtil. Ele tem várias teorias e processos muito interessantes de construção de figurinos e, hoje, pediu que fizéssemos uma composição com os retalhos de tecido que tínhamos em sala. Misturei cor, renda e estampas diferentes. Deu um medinho de início, mas até que eu curti o resultado.

Pirei haha

Amanhã é o último dia e teremos aula com acessórios o/ Aguardem!

Beijos, meninas

Unha do dia

Eu sei, geralmente a tag é ‘da semana’, mas eu posso contar numa mão as vezes que eu fiquei com um esmalte a semana inteira. Lasca uma pontinha e eu tiro tudo, mesmo que fique com a unha pelada uns diazinhos.

Bom, que fique claro que eu gosto de nail art, mas só das mais discretas: geométricas, ombrés e olhe lá . Não curto flores, borboletas, unhas de pelúcia, etc. Enfim, já tinha um tempinho que eu não brincava com as minhas unhas, então vi uma foto da Dita Von Teese e lembrei das half moon nails dela. Desejei na hora!

A inspiração – Foto: Reprodução / Edição: Cléo Santiago

Tá, como eu não sou nenhuma expert, o resultado não foi 100%, mas dá pra ficar meus costumeiros 3, 4 dias com ela. Deêm uma olhada nas minhas garrinhas Dita Inspired:

Nutriverniz Melancia (Colorama) + Extra Brilho AH

Desenhei a linha com aquele pincel fininho para unhas, mas você também pode fazer assim, fica mais fácil – só não fiz porque não tinha adesivos aqui em casa :/. Eu já tinha brincado com esse efeito antes e, sinceramente, o resultado tinha sido melhor haha

Chão de Estrelas (Risqué)+ Pirlimpimpim(Colorama) + Ultimate 3D No break (Top Beauty)

É bom dizer que meu dedinho comido na segunda imagem não é de alicate, mas de boquinha nervosa mesmo (vergoinha). Já falei aqui no blog que eu não uso alicates e sou totalmente contra cuticular as unhas, quem se interessar pelo motivo dá uma olhadinha lá ;)

E vocês, são adeptas de nail art?

Beijos

Dicas para cabelos ressecados

Há um mês, mais ou menos, enjoei da minha cara – pra variar – e resolvi mudar os cabelos. Minhas pontas já estavam claras, mas eu quis iluminar mais ainda a cabeleira. Dá uma olhada na diferença da cor e sente minha preocupação logo depois que tirei a tinta e vi toda essa loirice em mim:

Image

Cabelo sem tintura / Cabelo descolorido e tonalizado

Como todo mundo sabe, clarear danifica MUITO o cabelo e, por isso, estou tentando manter uma certa rotina de cuidados para mantê-lo saudável. Não acho legal indicar nenhum produto em específico porque cada cabelo é um cabelo (dãr) e você tem que encontrar o que dá certo com o seu, mas acredito que esse pequenos cuidados podem evitar o aspecto ressecado:

  • Faria bem pro seu corpo comer a mesma coisa todo dia? Pois é, cabelo também enjoa, então mantenho 2 ou 3 pares de shampoo+condicionador no banheiro pra revezar nas lavagens;
  • De 15 em 15 dias faço uma ‘massagem rapidex’ caseira com aquele creme que vem em tinturas, que é ótimo (vulgo taco o creme, fico mexendo por uns  10 minutos no máximo e tiro haha);
  • Eu lavo a cabeça dia sim, dia não. Em excesso, a lavagem retira a oleosidade natural dos fios. Por isso, só lave os cabelos diariamente se você se exercitar, usar muitos produtos – pomada modeladora, gel, mousse, etc – ou se eles forem muito oleosos;
  • Tento não usar água muito quente. Eu sei que em dias frios é irresistível, mas ela deixa a cabeleira sem vida;
  • Uso sempre um pente/escova de madeira, já que dizem que os de plástico aumentam a estática dos fios deixando o frizz à mostra. Se é verdade eu não sei, mas definitivamente meu cabelo ficou mais bonito então eu sigo assim;
  • Não consigo ficar com a cabeça molhada, dá aflição mesmo. Por isso, uso sempre um leave-in com proteção térmica pro cabelo não sofrer tanto com o calor do secador;
  • A última não é recente, sempre tentei fazer mesmo antes de pintar: cortar pelo menos de 2 em 2 meses as pontinhas pra evitar pontas duplas ou ressecadas;

Levando em consideração que até eu que sou meio relapsa consigo seguir esses pontinhos e deixar meu cabelo ao menos apresentável, qualquer uma consegue. É só ir testando pra achar produtos que combinem com seu tipo de cabelo, sejam eles caros ou baratos.

Beijos

Batom da vez: vinho

Houve uma coisa quase unânime nos desfiles e editoriais de inverno essa temporada: o batom vinho!

Foto: Reprodução / Edição: Cléo Santiago

A cor apareceu em diversas texturas – a mais cool é essa da foto acima, com um aspecto bem molhado – e tonalidades, sejam puxadas pro roxo, marrom ou cereja. Exatamente pela grande variação, aqui não existe a desculpa de não ornar com pele, cabelo, etc, porque você sempre vai achar um batom que combine com você. Peguei fotos de celebridades com perfis bem diversos para ilustrar:

Fotos: Reprodução / Montagem: Cléo Santiago

Fotos: Reprodução / Montagem: Cléo Santiago

Acho que também vale ressaltar que boca grande/pequena demais não impede em nada de sair por aí com a cor que você quiser. Dá só uma olhada na Michelle Tratchenberg (a primeira da segunda imagem, pra quem não conhece) e vê se ela não está maravilhosa com esse bocão vinho! Acho que eu já falei isso aqui no blog mais uma vez, mas vale a pena repetir: tudo é questão de atitude e estar se sentindo bem! Só tomem cuidado pra não pesar no resto do visual e ficar meio vamp

Existem milhões de opções do mercado, é só ver qual se encaixa mais no seu gosto/bolso.

Fotos: Reprodução / Montagem: Cléo Santiago

1 – Dior > Rouge Dior 874

2 – Vult > Batom cor 55

3 – Avon > Ultra Color Rich Mega Impact cor Vinho

4 – Natura > Natura Aquarela batom Brilho cor 4

5 – M.A.C > cor Diva

6 – Contém 1g > Batom Color Effect cor Cassis Intenso

7 – Yes!Cosmetic > cor Amora

E aí, será que a gente consegue encarar antes do inverno acabar? haha

Beijos